Preservação da fertilidade

Home » Preservação da fertilidade
Preservação da fertilidade2017-07-14T13:35:09+00:00

A criopreservação de espermatozóides visa a conservação e a manutenção de doses seminais em azoto líquido em baixas temperaturas (-196 ° C), para uso posterior em reprodução assistida.

Deve ser oferecida a todos os pacientes diagnosticados de cancro o mais cedo possível e antes de iniciar o tratamento com quimioterapia ou radioterapia, que podem causar efeitos adversos sobre a fertilidade. Estes problemas podem ser reversíveis em alguns casos sem poder predizer antecipadamente.

A criopreservação de sémen deve ser realizada em bancos de sémen autorizados.

Indicações

  • Antes dos tratamentos de quimioterapia ou radioterapia que poderiam causar esterilidade.

  • Antes de cirurgias que poderiam causar esterilidade.

  • Dificuldade na obtenção de amostra de sémen para o tratamento de reprodução assistida.

  • Deterioração progressiva das características espermáticas por causas conhecidas ou desconhecidas.

  • Contagens espermáticas muito baixas que tornam aconselhável a acumulação de sémen de diferentes ejaculados.

  • Pacientes com profissões perigosas ou de risco.

  • Razões de conveniência logística (ausência do cônjuge do sexo masculino, possibilidade de anorgasmia) durante os processos de reprodução assistida.

Protocolo

Te informamos